O Tal Canal chegou em DVD

Castello Lopes Multimédia

Aquele que foi considerado o melhor programa da televisão portuguesa de todos os tempos chega hoje em DVD e passará a estar disponível, em nossas casas, sempre que quisermos. Assim venham mais…

Vinte cinco anos depois da exibição original, o mítico programa de humor “O Tal Canal”, criado por Herman José, adopta as novas tecnológicas e compacta-se num dvd fresquinho pronto a chegar neste Natal à caixa de presentes de muitos portugueses.

A partir de hoje está à venda por todas as lojas deste país o dvd com os 12 episódios, de 50 minutos cada, nos quais Herman José, Vítor de Sousa, Natália e Sousa, Manuel Cavaco, Helena Isabel, Lídia Franco e Margarida Carpinteiro proporcionaram alguns dos melhores momentos de humor da televisão nacional. Quem não se lembra de Tony Silva, Filipa Vacondeus, Oliveira Casca, Marilú, Carlos Filinto Botelho, Flávio Portugal, Nelito ou José Estebes? Agora, por 34,95 euros, pode revê-los a todos. E de frases como “Não me chame ‘condensa’ que me põe tensa”, “Ai, querida, é tão terra a terra, tão heróis do mar…”, “imeeensa paprica”, “que pomada!” ou “olá juventude”? Vá, tão a ver que têm mesmo de ir comprar, não é?

(clique sobre as imagens para as ampliar)

Para além dos 4 discos com aproximadamente 815 minutos de conteúdos “O Tal Canal” em dvd contempla ainda extras como O Tal do Canal: Entrevista com Herman José e Inconsequências do Tal Canal. Mas, se ainda não estão convencidos, fica aqui o texto de alguém que está mais por dentro da matéria:

“O Texto que se segue é da esclusiva responsabilidade do concelho de girência: Portugueses… povo em geral… pessoas. Faz agora 1/4 de século que começámos esta cruzada, precisamente 25 anos que como é sobejamente sabido, prefazem eles próprios 1/4 de século. Há 25 longos anos nasceu aquilo de que todos estavam à espera: uma TV eximida, franqueada, licenciosa e dissoluta. Dissolutas tão só porque franqueada, franqueada porque eximida, eximida sem, no entanto, deixar de ser licenciosa. O que é, afinal, o que o povo português esperava de nós: uma programação com 2.8% de eximismo franqueado, de dissoluto silencioso, e principalmente de franquesismo eximado, sem os quais não teria sido possível fazer uma televisão clara e com uma linguagem simples e acessível, que toda a gente ainda hoje perceba.” Sua Excelência o Director e Dono do Tal Canal, Professor Doutor Por Extenso.

Depois desta tão assertiva mensagem só me resta deixar-vos o vídeo do genérico que vos fará crescer água na boa e vos fará correr para a loja mais próxima.

Imagens: Castello Lopes Multimédia (Digitalização por Pedro Andrade in DVD Nacional)

Fonte: Castello Lopes Multimédia

26 respostas a O Tal Canal chegou em DVD

  1. kinky diz:

    ALELUIA!! Já esperava por isto há anos!
    Oh mas que bela prendinha de Natal esta…😉
    Agora só falta mesmo a edição em DVD da Herman Enciclopédia para colocar a cerreja em cima do bolo.

  2. ZB diz:

    Meus amigos… essas imagens têm dono. Se nos outros posts fazem links de referência às fontes porque razão isso aqui é uma excepção, hein?

    Acho que fica muito mal a quem teve aqui posts sobre plágio não ter a decência de colocar referência onde foram tirar tanto as imagens ou até a informação.

    Ainda por cima quando o dono do sítio em questão até já colaborou com esta casa e tudo…

  3. Não confundas press release com informação plagiada. São coisas bem distintas ZB.

    Cumps,

  4. ZB diz:

    Mesmo supondo que a Castello Lopes vos dá essa informação, eu sei que essas imagens foram tiradas do dvdnacional.net. Por isso, mesmo não sendo plágio, fica bem dizer onde as foram buscar. Eu sei que não é plágio. A minha afirmação vem no sentido de que vocês ficaram tão indignados em terem uma ou duas frases supostamente copiadas, bem como do facto de fazerem referência a fontes no caso do “A minha TV”, ou os sites americanos, ou outros portugueses com certeza que eu não tenha visto, e terem dificuldade de o fazer em relação ao dvdnacional.net. Vocês não reescrevem a informação que retiram do “A minha TV”? Do Ausiello? Então porque é que eles merecem referência como fonte (que, já agora, nos outros lados se faz com link para o site em questão) e o dvdnacional.net não?

    Não meu caro, aqui não pode haver filhos da mãe e filhos da p*ta. O “A minha TV”, o “Há vida em Markl”, o “outra coisa qualquer dum gajo famoso” não merecem tratamento especial só porque têm autores conhecidos…

  5. “Mesmo supondo que a Castello Lopes vos dá essa informação, eu sei que essas imagens foram tiradas do dvdnacional.net. ”

    E isso foi mencionado logo após teres publicado o primeiro comentário, não precisas de transformar a situação num evento Vozonesco.

  6. Eu só te digo isto: a Internet é lixada, não é? Principalmente quando se acusam as outras pessoas de plágio sem fundamentos certos, nem previsões. Nós, ao menos, quando expusemos os casos, expusemos com dados específicos.

    Agora, se nós as colocámos no imageshack e não noutro sítio, isso aí são políticas internas, dado o espaço que temos. Se tu tens espaço no teu servidor para enfiar lá tudo o que quiseres, força. É o teu espaço. Nós é que (só por mais uns dias) apenas temos algum espaço limitado.

    Não me venhas é com tretas de “Ah, vocês roubaram-me as imagens!”. Sabias que o teu blog não é o único no Mundo a falar sobre DVDs? Há outros! Pelo menos no Mundo há outros.

    E tal como o Carlos disse, já chega de Vozones e de clones dele por aqui. E ao que parece, ele tem mesmo muitos clones!

    Tipo… Star Wars ou whatever.

    Já agora, só para irritar mais um bocadinho: Os centuriões em BSG são o KITT!

    E pronto, vou tratar da importação de posts, que isto de mudar para um sítio próprio dá cabo de uma pessoa, pá.

  7. Anónimo diz:

    Por amor de Deus… pegam por cada coisa…

  8. ZB diz:

    Meu caro Manuel… Podias até ter guardado as imagens no bolso se quisesses. Eu conheço as imagens porque têm alterações às originais, feitas por mim, e que era mesmo uma grande coincidência vocês terem feito as mesmas mudanças.

    Ainda por cima, e com tantos blogues no mundo a falar de dvds, assim que eu referi o facto da primeira vez, o post foi modificado dando-me razão. Se eu não soubesse o que estava a dizer nunca o tinha dito.

    Se fazes tanta questão de não mencionar de onde as tiras, simplesmente não as tires. É tão simples como isso. Vai os outros blogues, sites, o que quiseres, e tira-as de lá.

    Por último, e mais uma vez, a referência ao plágio foi feita como o marcar de uma posição e não dizer que estavam a fazê-lo. Mas lá que ficaste sentido com alguma coisa, ficaste… Talvez porque sabes que eu tenho razão e apenas não o queiras admitir.

  9. Duarte Faria diz:

    Pedro, acho que já chega, não?
    Já agora se fizeste alterações à imagem devias referi-las, right?

  10. Ninguém te roubou as imagens porque elas nunca foram tuas para começar ZB. Honestamente não vejo qualquer razão para que se faça uma tremenda tempestade num copo tão pequeno.

    Remetendo-me ao teu comentário, o post foi modificado (por mim, já agora) pura e simplesmente para satisfazer a tremenda infantilidade que se gerou à volta do “Tal Canal…” e de quem cortou a imagem desta ou daquela forma. Se isso te está a tirar o sono, recomendo-te “It’s Always Sunny in Philadelphia” ou “Freaks and Geeks”.

  11. ZB diz:

    Já chega??? Isso era o que faltava ainda a esta conversa! Dizerem-me que já chega… Se queres apagar os comentários, estás no teu direito. Agora, dizeres-me que já chega já começa a entrar num campo totalmente diferente de confiança que nunca te dei.

    E queres que te diga as alterações que fiz porquê? Se sabes onde as foste buscar, para quê esse tentativa de falseamento da situação?

    Vocês são engraçados… Já me deram razão ao colocar a referência ao site (que nem precisava de lá estar, bastava retirarem antes as imagens – já para não dizer que essa de colocar o meu nome deve ter sido só para espicaçar *se quiserem eu forneço também a morada e o n.º de telemóvel*), mas continuam a bater na mesma tecla.

    Queres que eu me cale (daí o já chega, não é)? Basta darem a conversa por encerrada.

    Por último, ao Anónimo e a quem quiser perceber o porquê deste circo todo: se soubessem o trabalho que dá fazer o dvdnacional e depois vir a outros lados e ver que, com meia dúzia de cliques, os outros aproveitaram o nosso trabalho para fazer o seu e nem sequer têm a decência de referir que só têm o que têm porque tiveram ajuda para o fazer, então percebiam… E ainda por cima, quando são pessoas que tu até conheces de alguma forma, então ainda o sentimento é pior…

  12. Obrigado pela atenção ao meu comentário. (Diz ele a levantar a placa da IRONIA)

  13. ZB diz:

    Desculpa lá, ó Couceiro, as imagens que estão no dvdnacional são minhas porque mas deram. As imagens foram-me dadas. Quanto te dão alguma coisa, essa coisa, passa a ser tua ou não? Ou as prendas que vais receber no Natal são das pessoas que tas deram?

    Além disso, chamar isto de infantilidade é fácil para quem está do outro lado, não é?

    Quanto às recomendações: Philadelphia deixei a meio da segunda temporada e Freeks ainda está me lista de espera. Para já, seguem-se Farscape, West Wing ou Carnivale.

  14. Pedro Maciel diz:

    Isto atingiu proporções que não havia necessidade.

    Se quando vão buscar imagens de séries metem lá FOX, NBC, etc aqui também deviam ter metido (de início) a fonte onde foram buscar. Foi uma falha, acontece. Tudo bem. Nada como reconhecer o erro. Escamotear a situação é que fica mal. Falar de Star Wars e de antigos colaboradores, ainda pior.

  15. Eu sei que devia dizer para acalmarem os ânimos, mas…

    É de mim ou os comentários estão a ficar um melhor artigo de leitura que o post em si?!?

    Yahoooooooooo! Mais lenha para a fogueira!

    PS: Também vou experimentar Freeks. Dizem que é muito bom. Nunca vi e fiquei curioso…

  16. Bom, parece que com este post já batemos um recorde de comentários num só dia.

    Será que isso também não é plágio a um outro post do ZB? Tem cuidado, pá, andamos-te a roubar tudo! -.-

    Agora a sério, vamos parar com isto, que isto de estar enfiado duas horas num comboio porque fui ao Sul de propósito para organizar coisas é duro.

  17. ZB:

    “Além disso, chamar isto de infantilidade é fácil para quem está do outro lado, não é?”

    Seria igualmente fácil se fosse deste lado. A não ser que tenhas editado o Herman de tal forma que o fizeste parecer com o Shatner, não consigo compreender que edição requer tremenda contestação de tua parte.

    “Desculpa lá, ó Couceiro, as imagens que estão no dvdnacional são minhas porque mas deram. As imagens foram-me dadas. Quanto te dão alguma coisa, essa coisa, passa a ser tua ou não? Ou as prendas que vais receber no Natal são das pessoas que tas deram?”

    Mas aí reside o problema. Não tas deram, cederam, para promoveres o DVD. É diferente dar uma prenda e ceder uma prenda. Obviamente que quando recebo uma coisa ela é minha, mas quando essa coisa me é cedida, não a posso considerar minha, nem que a pinte de preta e escreva frak you lurdes a letras gordas, ela continua a ser de quem ma cedeu.

    PS – Vou agora começar a segunda temporada de Philadelphia. Há meses que ando para ver a terceira de West Wing mas ainda não arranjei um espaço para Bartlet e co. E com Janeiro a chegar o tempo vai apertar ainda mais…

  18. É Judd Apatow – As Origens. Dispensa mais apresentações. E ainda tens um dos melhores elencos de série teen de sempre para tornar os guiões em magia – Seth Rogen, Jason Segel, James Franco, Lizzy Caplan, Linda Cardellini, Martin Starr. Vale a pena espreitar uns epis.

  19. ZB diz:

    Calculo que esse “antigos colaboradores” seja o tal de Vozone, não?
    Deve ter sido antes do meu tempo, pois não percebi a referência. O que é engraçado… Porque eu sou acusado de ser infantil, mas foi-me dada uma resposta quase como “inside joke”, que provavelmente até serviu de insulto, e eu nem sabia. O que é ainda pior do que ser chamado de filho da **** pois, pelo menos com uma dessas, eu saberia que estava a ser insultado.

    Quanto ao ceder as imagens, vou fazer-te o que me fizeram a mim no outro dia:

    ceder | v. tr. deixar, largar alguma coisa a; transferir a posse ou propriedade de uma coisa a; oferecer, pôr à disposição de;

    Quanto ao Philadhelpia: Ao início gostei da série, mas depois começou-me a parecer que só procuravam fazer humor com situações que chocassem de alguma forma e acabei por me fartar. West Wing vi na tv até à 4.ª e depois perdi o resto à série… deixei de ver. Agora que comprei a caixa da Amazon vou então ver tudo até ao fim.

  20. O Vozone criava conflitos constantes com leitores e colegas. Fiquei na mesma no campo da semântica. Chegando finalmente ao ponto. Penso que a situação foi rectificada, compreendida e plenamente esclarecida. Podemos voltar às picardias subtis e até divertidas na sua essência com as primeiras-mãos e designações de empresas multinacionais (o clássico – há quem lhe chame FIC😀 )?

  21. kinky diz:

    ZB: é por gente como tu que este país não anda para a frente. E comentários ao tema propriamnte dito deste “post”, não é? O Tal Canal já não interessa a ninguém? Agora a malta só quer saber de direitos de autor e “copyright” e “creative commons” e empecilhos burocráticos legais do género? Presumo que existam fóruns e blogs a respeito desses temas. Aqui comenta-se sobre cinema e TV. Outras questões deverão ser tratadas em privado com os administradores do blog. Mas isso é apenas a minha opinião.
    Dito isto, que venha esse grande DVD d’O Tal Canal porque a espera já é muita!🙂

  22. Duarte Faria diz:

    Pedro, quando te digo que acho que já chega é porque acho que estás com uma agressividade que, tendo ou não razão, acho desnecessária. Na minha opinião às vezes temos de ser compreensivos, os erros, as falhas, acontecem, são humanas. Também não te “roubei” propriamente a tese de mestrado. Fui eu o autor do post e assumo responsabilidade por todos os posts que faço. Só gosto que as pessoas se têm alguma crítica a fazer sejam cordiais.
    Quanto “à confiança que nunca te dei” acho que o meu comentário não ofende. Nem pretendi que assim fosse. Por isso fiquei admirado que fosses buscar isso como um ponto de argumentação.
    Depois quanto à “tentativa de falsear a questão” se mais uma vez viste o meu comentário nesse prisma lamento. Foi mesmo só uma coisa que me ocorreu. Mas no fundo continuaste sem responder à questão.
    Por último, não, não quero que te cales, acho que deves expor as tuas ideias. E, quando te diriges à minha pessoa, peço, se for possível, que a tua agressividade seja reduzida. Mais uma vez, se achares que deves responder a este comentário, estás no teu direito. Por mim, a conversa acabava já aqui.

    P.S. – No meio disto tudo está-se a perder o essencial: O Tal Canal foi lançado em DVD, meus amigos.

  23. ZB diz:

    Sim, Couceiro, concordo que por hoje já chega. Depois, este fim-de-semana talvez, devo lá colocar as imagens da edição da primeira parte da 4.ª temporada de BSG. Vão lá tirá-las, que depois passo cá para mandar mais umas postas.

    Até amanhã.

    Ah, e aqui fica o NIB (0004 9884 9994 4449 333 1) para depositarem os 50€ que me prometeram para vir espevitar as coisas.

  24. ZB diz:

    O anterior comentário era para ser o último, mas…

    Duarte, nem que sejam as maiores barbaridades do mundo, no que toca a defender as minhas posições, eu sou “agressivo” com toda a gente. E coloco o agressivo entre aspas porque essa “agressividade” é relativa para quem lê. Sinceramente, chateou-me mais o que tu disseste do que muito do resto (ou podes apostar que se tivesse mesmo zangado não me punha a discutir que séries vou ver), mas pelo que dizes, a minha interpretação das tuas palavras foi diferente daquela que tu lhe destes. Tal como algumas da minhas palavras não têm tanta agressividade como tu entendeste.

    Por último, e pela enésima vez, não estava em causa nem “plágios”, nem “roubos”. Apenas a simples paridade de tratamento entre o meu sítio e alguns dos outros que vocês consultam. Só isso.

  25. AnaA diz:

    Oh santa paciência… Sabem o que digo à equipa aqui do blogue? Da próxima não lhe façam a vontade para o calar, porque ele não se cala na mesma… Quando a infantilidade dá para embirrar com uma coisa vão ser presos por ter cão ou por não ter, ou seja, são crucificados por porem referências ou por não porem, porque ele vai achar que tem razão de qualquer maneira (como já se notou).

    Quanto ao “Tal Canal”, já o vi tantas vezes repassado em canais da Cabo exactamente para esse efeito dos programas antigos que não me dá vontade nenhuma de comprar…

  26. vitoscano diz:

    O que interessa isso do plágio ZB, esqueçam isso o importante é divulgar que esta obra prima da Comédia Portuguesa já se encontra em DVD. Já agora façam a vontade ao rapaz e divulguem lá o site ou que seja lá donde veio a imagem e deixem-se de cenas tontas, parecem umas crianças a quem roubaram o brinquedo, por favor comportem-se.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: