ESPECIAL – Smallville, a oitava temporada [2/2]

Smallville

Prey marca o início daquela que considero ser a melhor série de episódios de Smallville em muito tempo.

Com o desejo de ajudar pessoas afectadas por meteoritos, Chloe (Allison Mack) resolve começar a organizar pequenos encontros com vários “meteor freaks”. Depois de uma dessas reuniões, uma das participantes é misteriosamente atacada e brutalmente morta por algo irreconhecível.

Adoptando o papel de “vigilante”, Clark (Tom Welling) passa agora as noites no Daily Planet a ouvir emissões de rádios de urgências para conseguir salvar o máximo de pessoas possíveis. Em mais um estranho e violento ataque, Clark chega já tarde e encontra Davis (Sam Witwer) inconsciente e cheio de sangue. Quando finalmente acorda, é incapaz de recordar o que realmente aconteceu.

O encarregado da investigação deste violento caso é o reaparecido John Jones (participação de Phil Morris), o marciano que por diversas situações salvou Clark, que, agora sem poderes, é detective da polícia de Metropolis.

Davis confessa os seus receios a Chloe

No seguimento destes, dão-se outros bizarros ataques que parecem indicar Davis como grande culpado.O próprio confessa a Chloe que, não obstante sempre ter sofrido de graves falhas de memória, estas terem vindo a piorar nos últimos tempos e que desconfia ser o responsável pelos vários “acidentes” ocorridos nas últimas semanas.

Enquanto Clark desconfia de Bloome, Chloe acredita e defende o novo amigo, e é aqui que surge outro ponto crucial do episódio: o interessante conflito que parece começar a existir entre Clark e Chloe (que dará novamente nas vistas em episódios futuros).

Um episódio complexo e pleno em informações importantes tanto na linha central como periférica, abre caminho a Smallville como uma série mais dinâmica, escura e surpreendente.

Algo está muito errado em Metropolis e Clark tem a árdua tarefa de, em contra-relógio, descobrir o quê.

Com Clark a arriscar cada vez mais na sua missão de “salvar o mundo”, Identity é a perfeita alegoria do seu maior medo.

Para horror de Clark, Jimmy (Aaron Ashmore) consegue tirar uma fotografia sua “em acção” quando este salva Lois (Erica Durance) de um atropelamento. A imagem vem completamente desfocada, mas Tess Mercer (Cassidy Freeman) quer fazer dela notícia de primeira página do Daily Planet. Quando Jimmy se aproxima perigosamente da verdade, Chloe recusa-se a ajudar Clark (mais um sinal da clara tensão entre ambos) e este acaba por pedir ajuda a Oliver (Justin Hartley). Enquanto isto, Lois conhece Sebastian Kane (participação de Kyle Schmid), um misterioso “simpático” repórter que, vimos a saber, é afectado pelos meteoritos e consegue ter acesso a todas as memórias de quem toca fisicamente.

Oliver ajuda Clark a enganar Jimmy

Kane foi enviado por Tess Mercer para descobrir se Lois sabe o paradeiro do desaparecido cristal azul. Acontece que Lois sabe dos poderes de Kane, o que acaba por a pôr a perigo. Pela segunda vez, lá vai Clark salvar a engenhosa repórter. No processo, Kane acaba por tocar em Clark e fica ao corrente dos seus poderes.

Nesta sequência somos brindados com um final que tem tanto de surpreendente como de obscuro: para proteger Clark, Chloe mata Sebastian com uma overdose de informação.

Haverá mão de Braniac (James Marsters; Buffy; Angel) numa Chloe tão negra?

Bloodline foi para o ar a semana passada e foi somente o mais fantástico e revelador episódio da presente temporada de de Smallville.

Na sua quinta, Clark recebe a visita de Lois e de um pacote anónimo com um estranho artefacto: o cristal azul. No momento em que o toca, Clark é imediatamente transportado para a Zona Fantasma. Mas não vai sozinho: Lois é arrastada consigo.

Entretanto, Chloe vai até à fazenda (estava à procura de Lois) e encontra-a vazia. Ao ver o cristal no chão, compreende o que aconteceu e guarda-o prontamente. Imediatamente a seguir, aparece Tess Mercer que revela que seguiu um fluxo de energia vindo daquela zona.

Clark, Kara e Lois na Zona Fantasma

Depois de uma longa caminhada no interminável deserto, Lois e Clark encontram Kara (participação de Laura Vandervoort), a prima de sangue de Clark. Concordando que Lois tem de regressar, os primos tentam abrir o portal mas deixam acidentalmente passar um perigoso e impiedoso espectro. Ao chegar à terra, a venenosa Faora toma o corpo de Lois e inicia a busca pelo seu filho perdido, o legendário Doomsday – em Comics, o destruidor da Terra e único ser capaz de matar o Super-Homem.

Nesta jornada, “Lois” cruza-se com Tess, a quem revela todas as suas verdadeiras intenções na Terra. Cegamente interessada no que acaba de ouvir, Tess oferece uma “parceria” a Faora que esta última recusa antes de desaparecer a alta velocidade.

Enquanto isto, e já depois de ela própria ter tido direito ao seu encontro pessoal com a nova “Lois”, Chloe consegue, com a ajuda de Oliver, apoderar-se do gerador de Tess e, surpreendentemente, sabe como utilizar o cristal para fazer regressar Clark e Kara. Uma nota fundamental é a cada vez mais certa presença de “algo” (provavelmente Braniac) em Chloe e as repercussões que poderá ter em episódios posteriores.

Juntando esforços, Chloe e Clark partem em auxílio de Lois (ainda possuída por Faora) com a ajuda do cristal do marciano John Jones.

Contudo, não a alcançam antes desta se encontrar finalmente com o filho, Davis Bloome.

Surpreendida ao ver o filho com atitudes tão bondosas e altruístas, compreende que a sua transformação ainda não está completa. Desta forma, dá uma mãozinha na metamorfose de Davis assassinando-o e proferindo o carismático comentário: “O que te mata, torna-te mais forte”.

O posterior confronto com Clark obriga Faora a abandonar o corpo de Lois, que quando acorda acredita que tudo não passou de um pesadelo.

Já no dia seguinte, Tess diz a Clark que acredita ter sido ele o último a ver Lex vivo. O jovem herói não só nega como acaba por pedir a demissão. Tess recusa o pedido e afirma que, mais cedo ou mais tarde, Clark perceberá que eles estão do mesmo lado.

Kara revela a Clark que a sua missão não é na Terra e que está de partida para a cidade perdida de Kandor em busca dos últimos sobreviventes de Krypton.

A cena derradeira revela um Davis Bloome a acordar desorientado no hospital depois do estranho encontro com “Lois”. Bloome não encontra quaisquer vestígios do golpe que sofreu e faz a experiência de se tentar golpear a si mesmo… e a lâmina desfaz-se em pedaços. Muitas perguntas ficam agora por responder… Sucumbirá Davis ao poder do mal? O que acontecerá a uma cada vez mais estranha Chloe? Como conseguirá Clark responder a estes desafios e, ao mesmo tempo, continuar a salvar o mundo, vezes e vezes sem conta, escondendo o seu segredo? Só o tempo trará estas respostas…

Smallville parece ter ressuscitado. Voltaram as surpreendentes revelações, o nível dramático de mais qualidade e, cada vez mais, as linhas históricas por que todos esperávamos.

O prometedor Abyss é o episódio que se segue e vai para o ar hoje na CW.

Amanhã poderão contar, aqui no Hotvnews com a crítica do episódio que marcará o início das reviews semanais da oitava temporada de Smallville.

Advertisements

5 respostas a ESPECIAL – Smallville, a oitava temporada [2/2]

  1. $imonfOX diz:

    Wow! Eu que tinha em mente fazer REVIEWS DE SMALLVILLE aqui, pois ng fazia ca em PORTUGAL nwm ligava xDDD. Inda bem que ja ha alguem, mas olha CATARINA OLIVEIRA mete as imagens do episodio msm pois os efeitos especiais do SUPERSPEED do CLARK continuam bem melhores ;P, e nao só.
    Amnha irei SINTONIZAR a CW HD e ver mais um ganda episodio,
    Hollllazzz Sis. PS: Inda bem que pegaste na minha Segunda Serie Favorita DE Smp
    Ciao***

  2. Buffy_fan diz:

    Quem olha pa imagem que usaste e nao conhece a série diz que é o elenco do superhero movie ou qq coisa parecida lol

  3. Fábio diz:

    muito bom reviews semanais esta é a minha serie preferida portanto adorei saber disto. A series sem duvida alguma que evoluiu e ta melhor do que nunca.

  4. Smallville é uma das séries que muito aprecio. Estes artigos são exaustivos em detalhes e um prazer de leitura mesmo para quem já os está ver consoante saem nos EUA.

    Recentemente dediquei alguns artigos ás séries de TV e esta obviamente que teve destaque:
    http://armpauloferreira.blogspot.com/2008/10/series-de-qualidade-temporadas-2008.html

  5. Very diz:

    Smallville é a melhor série que já foi exibida no SBT

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: