Os 15 filmes de férias que não conseguimos esperar para ver (1/3)

null

Depois de Os 20 filmes mais aguardados do Outono 2008, a Entertainment Weekly’s EW voltou a fazer uma lista, desta vez com Os 15 filmes de férias que não conseguimos esperar para ver.

Apesar desta nova lista da Entertainment Weekly’s EW ser bastante parecida com a anterior que publicamos aqui no Hotvnews, encontramos ainda outros filmes que, estreando nas férias do Natal, será impossível esperar para ver. Consulte a primeira parte desta lista:

null

Em Quantum of Solace o agente James Bond (Daniel Craig) vai em busca de vingança – e com a ajuda da bela Camille (Olga Kurylenko) segue o rasto de Dominic Greene (Mathieu Amalric), membro de uma misteriosa organização que tenta controlar uma vasta fonte de recursos naturais na América do Sul com o apoio do ex-ditador exilado General Medrano (Joaquin Cosio).

O filme estreia em Portugal no dia 6 de Novembro.

null

O realizador Baz Luhrmann (Moulin Rouge) e a actriz Nicole Kidman (The Hours) voltam a encontrar-se no épico Austrália, um filme que se encontra entre os prováveis candidatos aos Óscares do próximo ano e que chegará aos cinemas ainda este ano. Tudo tem início no norte da Austrália, pouco antes da Segunda Guerra Mundial. Sarah Ashley, uma aristocrata inglesa (Nicole Kidman) recebe de herança uma enorme fazenda. Quando um barão inglês de gado conspira para ficar com as suas terras a mulher vê-se forçada (a contra gosto) a aliar-se a um vaqueiro (Hugh Jackman) para levar 2.000 cabeças de gado através de um dos terrenos mais áridos do país, apenas para deparar-se com o bombardeamento japonês da cidade de Darwin, pelas mesmas forças que atacaram Pearl Harbor meses antes. É este o início de uma história repleta de emoções, com muita acção e romance à mistura.

Austrália tem estreia prevista para os EUA a 26 de Novembro, mas só estreia em Portugal a 25 de Dezembro.

Este filme é estreante na lista da EW e conta com a excelente interpretação de Meryl Streep, no papel de um freira, depois do estrondoso sucesso do filme musical Mamma Mia!. Baseado na peça homónima de John Patrick Shanley, a história passa-se em 1964, época em que a madre superiora (Meryl Streep) do Bronx Catholic School acusa o mais carismático padre (Philip Seymour Hoffman) da instituição de cometer pedofilia contra um aluno negro. O argumento ganhou os prêmios Tony e Pulitzer e esta adaptação pode encontrar-se entre os nomeados para o Óscar. A título de curiosidade, Diogo Infante e Eunice Muñoz protagonizaram em Portugal uma peça com o título Dúvida, baseada precisamente no mesmo argumento.

Doubt estreia nos EUA a 12 de Dezembro.

Dos filmes mais aguardados dos últimos anos, o filme narra a vida de um homem, Benjamin Button (Brad Pitt) nascido com oitenta anos e cuja idade retrocede conforme avançam os anos, desde 1918 até ao século 21. Ao longo da sua vida vê Daisy (Cate Blanchett) crescer, sem se aperceber que ela viria a ser o amor da sua vida. Como seria de esperar a diferença de idades entre o casal acaba por se transformar num empecilho incontornável.

O filme estreia a 25 de Dezembro nos EUA.

Outro estreante na lista da EW, o filme baseia-se na história do político de São Francisco Harvey Milk (interpretado por Sean Penn), o primeiro autarca homossexual americano (que se assumiu publicamente como tal), assassinado em 1978 juntamente com o mayor da cidade, George Moscone. Harvey Milk foi morto em 1978 por dois tiros disparados pelo militante anti-gays Dan White que será interpretado pelo actor Josh Brolin. O assassino, que foi condenado a sete anos de prisão, cumpriu cinco e suicidou-se em 1985. James Franco será Scott Smith, amante de Milk e o seu gerente de campanha e Emile Hirsh será Cleve Jones, activista pelos direitos dos homossexuais.

Milk estreia a 5 de Dezembro nos EUA

Não perca a continuação da lista brevemente no Hotvnews

Anúncios

10 Responses to Os 15 filmes de férias que não conseguimos esperar para ver (1/3)

  1. Helena Miranda diz:

    Todos(excepto o 007) bons candidatos aos Oscares.
    Destaco 2 -Doubt e Milk pelas historias (muito fortes ) e claro pelos actores (todos excelentes).

  2. filmes de férias… humm.. right. lol

  3. Pedro Pacheco diz:

    Para já, a ver só “Quantum of Solace” e “The Curious Case of Benjamin Button”. Quanto aos outros… passo, muito obrigado. Detesto os insuportáveis filmes de Baz Luhrman (nunca consegui acabar nenhum sem recurso ao fast forward), e “Doubt” e “Milk” parecem filmes talhados especificamente para receber Óscares, o que para mim é logo um mau sinal (já para não referir o desinteresse que os seus temas me suscitam).

  4. Pedro, até com Moulin Rouge fazes fast-forward?

  5. Baz Luhrman e um genio… que cabeca que o homem tem.

  6. vitoscano diz:

    Quarta á noite não consegui parar e já era pela enezima vez de ver da RTP1 a Obra Prima Moulin Rouge que é em conjunto com Chicago 1 dos 2 últimos grande músicais do cinema. Estou mortinho por ver Austrália, Baz Lurman é dos grandes na minha opinião. Em relação a estes filmes estou de acordo, são todos a pensar no oscar excepto o 007, mas não ver por isso leva a perder muitos e bons filmes.

  7. Abul-Fadl Nadr al-Atrabulusi, são considerados filmes de férias porque estreiam na época do Natal…

  8. Pedro Pacheco diz:

    Manuel,

    Particularmente com o “Moulin Rouge”, que odeio. Visioná-lo foi para mim uma experiência particularmente desagradável. A minha irmã emprestou-me o DVD e tive de lhe fazer a cortesia de o ver até ao fim. Para aí a partir dos vinte minutos, quando já não suportava mais aquela piroseira visual, aquelas números musicais com covers hediondas e a história rídicula de faca e alguidar, comecei a dar freneticamente no FF até aos créditos finais aparecerem e eu me ver livre para sempre daquela estucha. Ora aqui está um filme que faço questão de NUNCA mais ver, tal como “Romeu e Julieta”. Portanto, devem compreender porque é que “Australia” não me interessa minimamente. Mas para quem goste…

    O que eu queria dizer com os filmes serem talhados para Óscares constituir um mau sinal, é o de que esses trabalhos ás vezes querem tanto forçar a qualidade e serem relevantes que acabam por não resultar. Mas, no meu caso, a minha escolha de filmes é feita por temas, ou seja, escolho ver os filmes dentro dos géneros e histórias que me suscitam interesse ou despertam a imaginação, o que não é o caso de “Doubt” e “Milk”. Nem digo que sejam maus filmes, só digo que não faço qualquer intenção de os ver, pois não vale a pena ir ao cinema perder tempo a ver algo que não me motiva minimamente.

    Por isso, é que acho que este tipo de listas pode ser curioso, mas vale o que vale. Se alguém gosta mais de ver um “Saw” do que um “Lost in Translation”, porque há de uma escolha ser mais válida que outra? Interessa é gostar do que se vê e sentir-se assim realizado. Todos os gostos são válidos e dignos de respeito.

    Abraços.

  9. Wendy diz:

    Pedro, fikei curiosa por saber da SUA lista de filmes.
    Alguma coisa que vc espera ansiosamente?
    bjus!

  10. bolhaz diz:

    doubt deve estar EXCELENTE.
    milk também é um bom candidato ao oscar, tenho muita curiosidade em ver, apesar de não ser grande simpatizante do sean penn.
    não consigo perceber a opinião do pedro, mas cada um tem a sua! xD
    beijinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: