Anatomia de Grey III – Review – The Other Side of This Life, Partes 1 & 2

Episódio: The Other Side of This Life, Parts 1 e 2 (22 e 23/25)
Temporada: 3
Canal: RTP 2
Primeira Transmissão em Portugal (RTP 2): 14 e 21 de Outubro de 2008
Primeira Transmissão nos E.U.A: 3 de Maio de 2007

“Why can’t you sleep?”

Sabem quando há aqueles episódios, que mesmo sendo de uma óptima série (sim, esta série é excelente), destoam de todos os outros e que parecem que demoram anos a passar? Ok, anos é um pouco exagerado, mas uns bons minutos a mais? Foi isso que aconteceu com The Other Side of this Life. Foram dois episódios… menos bons. Não na medida de serem de má qualidade, apenas por serem menos interessantes. Mais aborrecidos.

“The dream is this: That we’ll finally be happy when we reach our goals. Find the guy, finish our internship, that’s the dream. Then we get there. And, if we’re human, we immediately start dreaming of something else. Because, it this is the dream… then we’d like to wake up. Now please.”

Addison (Kate Walsh) pede a Richard (James Pickens Jr.) para tirar uma “folga”. Ela vai para Los Angeles. Tenta ser “feliz e livre”, nem que seja por breves instantes. Vai visitar Naomi (participação especial de Merrin Dungey; Alias – A Vingadora), uma amiga sua. E aproveita, e tenta ter um filho. Tenta. Falaremos disso mais à frete.

Meredith (Ellen Pompeo) e Derek (Patrick Dempsey) tentam resolver os seus problemas. Mer tenta melhorar. Mas no fim, sem ter qualquer razão para tal, afasta Derek de si, mais uma vez. E mais uma vez, parece que a relação deles passa por um mau bocado. Susan (participação de Mare Winningham) tem soluços. Nada de preocupante, parece. Mas depois complica assim, de um momento para o outro, e morre. Susan morre. Surpreendendo-nos. E ainda para mais agora que Thatcher (participação de Jeff Perry) e Mer estavam-se a dar  bem melhor. Quando ele sabe da notícia, não sabendo bem como reagir, dá uma chapada na filha. Esta sai e afasta Derek, impedindo-o de a consolar numa altura tão importante. A reunião de Meredith com os amigos no final acaba por cair como uma pedra na relação dos dois, por Derek confirmar que Mer valoriza mais a amizade com Alex (Justin Chambers) e Izzie (Katherine Heigl) do que a sua relação com ele.

As mães de Cristina (participação de Tsai Chin) e de Burke (participação de Diahann Carroll) vêm visita-los. Ajudar a preparar o casamento dos dois É a parte mais cómica do episódio. Mer, Izzie e Callie  (Sara Ramirez) são as suas damas de honra. Burke (Isaiah Washington) também pensa que Cristina (Sandra Oh) não está ainda bem preparada para este compromisso e que poderão estar a avançar rápido demais. Cristina talvez esteja. Mas à maneira dela é claro.

George (T.R. Knight) continua com a ideia de ser transferido para um hospital diferente depois de fazer o teste. Para evitar os habituais incómodos encontros com Izzie. Num desses encontros, não consegue esconder os seus sentimentos e beija-a. No elevador, claro. Ai George, seu sortudo! Logo duas! Mas ele não pode continuar assim e recorre à sabedoria de Bailey (Chandra Wilson) e Burke para descobrir se foi apressado o seu casamento com Callie e se é possível amar duas pessoas ao mesmo tempo. Hmm… pergunta difícil.

Alex, basicamente, está ocupado com Ava (participação de Elizabeth Reaser; Joia de Família), que precisa de cirurgia e que pode nunca vir a recuperar a sua memória. Mark acredita piamente que Alex seja o principal motivo que fez Addisona abandonar Seattle. Talvez sim, talvez não. O que sabemos é que ela queria uma mudança radical na sua vida. Queria ter novos sonhos.

E assim Addison vai para Los Angeles, enquanto tudo o resto acontece em Seattle Grace. Visita a sua  amiga de longa data Naomi, uma mulher divorciada que tem uma filha (participação de Shavon Kirksey) e que está arrependida por ter tido uma vida “normal”. O seu marido chama-se Sam (participação especial de Taye Diggs; Kevin Hill e Day Break), e também ele trabalha na clínica em Los Angeles. Temos ainda Violet (participação especial de Amy Brenneman; A Juíza e Nove Vidas) uma mulher que ainda não esqueceu o seu antigo namorado, Cooper (participação especial de Paul Adelstein; Prison Break), um homem que gosta de marcar encontros pela internet com mulheres um pouco mais novas do que ele, com nomes do género “Sexyboobs316”; e Pete (participação especial de Tim Daly; The Nine e Básico), viúvo há 8 anos e que desde então não se envolveu emocionalmente com mais nenhuma mulher. Cedo percebemos que Pete está a ser apresentado como um possível novo romance para Addison. Addison veio a Los Angeles por um motivo: Ter um filho. Mas descobre que está infértil e assim, o seu sonho acaba. Entretanto ela aproveita a estadia para resolver um caso médico na clínica dos amigos. Será que Addison irá trabalhar numa Clínica Privada?

“Nada de interessante” talvez seja a expressão ideal para descrever estes dois episódios. Foram uns episódios monótonos. Mas agora que Addison volta para Seattle, tudo voltará ao normal.  Será? Os próximos dois episódios são bons. E o final então, é surpreendentemente excelente. Uma verdadeira montanha russa de emoções. Estamos quase a chegar ao fim da terceira temporada. Garanto-vos que vale a pena continuar a ver Anatomia de Grey.

“At some point, maybe we accept that the dream has become a nightmare. We tell ourselves the reality is better. We convince ourselvJes that it’s better to never dream at all. But the strongest of us, the most determined of us, we hold onto the dream. Or we find ourselves faced with a fresh dream we never considered. We awake to find ourselves against all odds, feeling hopeful. And if we’re lucky, we realize in the face of everything, in the face of life, the true dream, is being able to dream at all.”

Esperamos que tenham gostado da review.

Até terça-feira, noite de Anatomia de Grey!

escrito por Paulo Rodrigues e Carlos Couceiro
editado por Carlos Couceiro

Anúncios

2 Responses to Anatomia de Grey III – Review – The Other Side of This Life, Partes 1 & 2

  1. Sandrsa diz:

    oDIEI estes eps! A addison ter ido embora foi uma pessima decisao, no final da 3a temporada… e acho bem que mudem o estratagema, porque a série está a ficar demasiado novelesca (notei isso no 1o ep da 5a temporada, ainda só vi esse). que nojeira, a estragarem a minha série favorita!

    Kiss

  2. SMat25 diz:

    Tambem achei que estes 2 episódios foram os mais fracos da temporada.
    A série “Clinica Privada” não tem nada a ver com a “Anatomia de Grey” e estragou por completo estes episódios.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: