Bones III – Review – Boy in the Time Capsule (07/15)

Aqui fica mais uma análise a um episódio de Bones que por sinal é, até agora, o melhor desta temporada!

Episódio: Boy in the Time Capsule (O Rapaz na Cápsula do Tempo) (07/15)
Canal: RTP2 e FOX (Portugal); FOX (EUA)
Primeira Exibição em Portugal (RTP2): 4 de Setembro de 2008
Primeira Exibição nos EUA: 13 de Novembro de 2007

Esqueleto: Alguém me tira esta porcaria do olho?

A versão primitiva de Doom.

No episódio desta semana, Brennan (Emily Deschanel) e Booth (David Boreanaz) vão a um relvado de uma escola secundária (high school). Vinte anos atrás, nessa escola, os alunos finalistas juntaram vários objectos simbólicos numa cápsula, uma espécie de caixa de ferro impermeável, e enterram-na. Tudo isto para vinte anos mais tarde a desenterrarem. Só que os objectos lá deixados tiveram companhia e foi encontrado um cadáver junto a eles. Esse cadáver pertencia a um rapaz, bastante inteligente e do tipo geek. E assim começa a investigação.

Tenho alguma coisa nos dentes?


Acho que não, mas é melhor ir perguntar ao Sweets.

Achei a história da investigação muito interessante. É claro que houve aqueles clichés: o pai bêbado batia no rapaz, ele estava apaixonado por uma rapariga da claque que namorava com um jogador de hóquei (ou basebol, já não sei bem), dava-lhe explicações. No entanto foi uma boa história com um final muito comovente. Faz-nos parar e pensar um bocado. Se somos adultos pensamos que tipo de pessoa éramos na altura. Se somos adolescentes pensamos que tipo de adultos vamos (ou queremos) ser.

Como é que podemos ter uma boa higiene oral?


Deixem-me pensar. Vocês sabem que eu sou psicólogo, não dentista.


Acho que têm de fazer assim!

O enredo secundário está bastante bem feito porque deriva da investigação. Todos os personagens falam um pouco do seu passado e do tipo de pessoas que eram no seu período académico. Batiam no Zack (Eric Millegan), Cam (Tamara Taylor) era castigada todos os dias e Booth era o “golden boy”. A química entre Brennan e Booth está cada vez mais evidente. Brennan conta-lhe uma história humilhante e Booth promete não se rir. Ri-se. Depois entra o psicólogo Dr. Sweets (participação de John Francis Daley): engraçado, mas já revela a sua faceta irritante. Ele “obriga” Booth a partilhar uma história humilhante com Brennan. E aí é que são elas! A maioria das histórias que ele conta são de cariz sexual em que ele se vangloria.

Dou-te este boneco se te colares a mim.

Convém mencionar que este é o primeiro episódio da temporada que tem um enredo principal e um enredo secundário igualmente interessantes. A investigação tem aquela excelente sensação de nostalgia e o enredo secundário apoia-a. E cada episódio que tenha o às vezes hilariante Dr. Sweets vale bem a pena. Tudo isto culmina numa cena final em que Brennan e Booth estão praticamente colados. Outra mais valia para qualquer fã de Bones que se preze! Booth dá o seu discurso, coisa em que já está perito (quem segue a série nota que já não é a primeira vez) e o episódio acaba com eles a darem aquele olhar de “mais uma temporada e como-te”. Excelente episódio.

Cola-te mais um bocadinho.


Assim está melhor?

8 respostas a Bones III – Review – Boy in the Time Capsule (07/15)

  1. alex diz:

    houve uma coisa k ñ percebi neste episodio: se a vitima e o assassino eram tão amigos e a morte foi acidental, porque raio é k o corpo foi parar á capsula do tempo? é k este facto evidencia k o assassino ñ tinha lá muito respeito pelo seu “melhor” amigo…

  2. Ricardo Leal diz:

    O interrogatório leva a crer que o “melhor amigo” depois de acidentalmente ter matado a nossa “vítima” entrou em pânico. Assim, colocou-o na cápsula e viveu com sentimentos de culpa durante 20 anos ficando à espera de ser apanhado.

  3. Laura caçoeiro diz:

    Spoiler:

    Por muito amigo que ele fosse, sempre tinha acabado de matar alguém e as penas nos E.U.A são duras para os homicídios. Ninguém quer ir parar á prisão.

    Vou um episódio que gostei, embora ache que a personagem que em novo era jogador de hóquei, aceitou muito facilmente que a mulher o tenha enganado aqueles anos todos. Refiro-me á cena do interrogatório.

    Espero que demore um pouco mais o envolvimento deles os dois na serie, porque tenho medo que o romance venha estragar a qualidade desta. É claro que admito que estou ansiosa por ver um beijo entre os dois.🙂

  4. Ricardo Leal diz:

    “É claro que admito que estou ansiosa por ver um beijo entre os dois. :)”

    Já falta muito pouco…

  5. Laura caçoeiro diz:

    Sabes alguma coisa que eu não sei Ricardo Leal ?🙂

  6. Ricardo Leal diz:

    Só digo isto: o episódio desta quinta a oito (dia 18) vai ser bastante especial.

    E também não vais querer perder o desta semana porque tem a ver com o “Widow’s Son Case” e é muito importante para a história da temporada.

  7. Tita diz:

    Boa review!
    Gosto especialmente das legendas das imagens!😀

  8. joana diz:

    este episódio foi muito bom. brain smurf❤
    já vi a terceira temporada umas tres vezes e continuo sempre a ver😛
    gostei da revieww. a cena de colocar uma legenda nas fotos é engraçada…mas as x’s é um pouco exagerado. é a minha opinião.🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: