Adeus, “Amigos”.

“É o fim de uma era.”

Sim, eu sei que “Friends” já acabou nos EUA. Sei também que já estão todas as séries editadas em DVD (eu próprio tenho aqui ao meu lado, no momento em que escrevo estas linhas, a “Caixa” sagrada com as dez temporadas de “Friends”, mais a primeira temporada de “Joey” e o trivia da série para a PlayStation 2, estes dois últimos adicionados por mim), e que a série está a ser exibida no SET (está na terceira temporada, já quando Rachel não está envolvida com Ross, se não estou em erro), e que esta é a segunda vez que a série é transmitida a 100% na RTP2. Mas sinto que, cada vez que a série acaba, tenho de dizer algo. É como que, vá lá, uma retrospectiva. E é também algo que me ligará a este blog e que me ajudou a vir para cá há já quase dois anos (um ano, sete meses e 24 dias. Caramba, já foi há tanto tempo?!).

“Friends” é, na sua essência, uma série de humor. Consegue ser também uma série romântica, mas tem mais humor. Claro que os componentes “Rachel e Ross” e os casais “Mondler” (Monica e Chandler) e Phoebe e Mike necessitam de estar presentes na história, e isso desperta a atenção. Mas o que mais chama as pessoas para verem a série é exactamente a história base: seis amigos que vivem em Nova Iorque, uma cidade com doze milhões de pessoas. E mesmo assim, todas as noites, víamos apenas aqueles seis indivíduos, que não aparentam ter nada em comum senão um café e um apartamento. Pelo menos um deles estava sempre num destes locais, a não ser que os nossos amigos fossem à praia ou Las Vegas.

Por 236 episódios divididos entre 10 anos (ou 11 meses, para nós) eles animaram as noites televisivas. Fizeram um programa após o SuperBowl de 1996 (o mais visto da série, com 52.9 milhões de telespectadores), foram filmar em Londres, fizeram de Las Vegas o palco de muito humor (o “Hello, Mr. Rachel” ainda está na minha cabeça), divorciaram-se, casaram, divorciaram-se outra vez, casaram-se outra vez, trocaram de casas, trataram de patos e galinhas, trabalhavam em algo cujo nome não sabiam, mudaram de mobília (PIVOT!), e trabalharam. Tudo (ou quase) com a “cidade que nunca dorme” como pano de fundo.

Para além disto, os vários rumores de uma reunião dos actores de “Friends”, que já dura desde o final da série, durante o seu spin-off “Joey” (2004-2006, transmitido na Fox Life) e agora, com o mais sério a ser feito pelo Daily Mail, mas rapidamente desmentido por uma representante de Matthew Perry e da Warner Bros. David Schwimmer também disse aqui há tempos, que “Friends” tinha acabado de uma forma perfeita e que não queria estragar aquilo que foi feito. Eu por acaso não acho que fossem estragar. Apenas tenho dúvidas de como vão transformar uma sitcom, genericamente filmada com três câmaras e com público ao vivo (aquilo, basicamente, é teatro), num blockbuster, como é “Sexo e a Cidade” (no caso, uma excelente adaptação da série. É como que uma mini-temporada comprimida em duas horas de filme). O que é certo é que o site http://www.friendsthemovie.com vai dar directamente à página da Warner, produtora da série. Curioso…

Eu posso afirmar com certeza absoluta que sou fã devoto da série. E tenho honra e orgulho nisso. Tão fã que criei um blog, o Friends Portugal (agora praticamente defunto devido à falta de posts :S), que tinha como objectivo juntar a comunidade de fãs portugueses da série. Entretanto o Carlos Couceiro contactou-me para me pedir uma troca de links e eu comecei a vir ao Hotvnews, até que me juntei à equipa. Tendo em conta as datas, faltava-me algo para escrever. “Friends” já tinha acabado há dois anos nos EUA (e há cerca de um mês em Portugal) e não havia mais nada para escrever, a não ser que pusesse curiosidades sobre a série e vídeos do YouTube. E isso não era escrever num blog, era só divulgar a série. Ainda houve um pequeno esforço para tentar recuperar o FP (com um novo blog, inclusivamente), mas não valeu de nada. Claro que as pessoas continuaram a passar por lá, e ainda há lá coisas interessantes para serem lidas. Se quiserem, dêem lá um salto.

Sobre o que viram hoje, eu tenho de dizer isto: Eu chorei. E são poucas as séries que me fazem chorar. Assim de repente apenas me lembro do “In The Beach”, o mítico episódio de “Serviço de Urgência em que mostram a morte do Mark Greene, e todos os episódios que rodeiam o tema. Mas esse, simplesmente, foi o que me fez chorar mais. E a música que o acompanhava ainda hoje me puxa as lágrimas (e “agradeço” à Galp por terem usado essa música num anúncio totalmente inspirado nesse episódio). E o final de “Friends” também me faz chorar, sempre que o vejo. Curiosamente nunca o vi aquando da sua transmissão original na TV, nem hoje, na repetição (obrigações pessoais da primeira vez, obrigações profissionais desta). Mas o post está publicado imediatamente a seguir ao final do episódio (graças ao WordPress), para que vocês o leiam ainda com as lágrimas “frescas”.

E o que é que eles fazem agora?

Jennifer Aniston continua a ser uma das actrizes mais fotografadas e discutidas no mundo das revistas cor-de-rosa, mas também é uma excelente actriz. Encontra-se neste momento a filmar a adaptação do livro “Marley e Eu”, onde contracena com Owen Wilson e Alan Arkin.

Courteney Cox Arquette inicou a sua própria produtora com o marido, David Arquette, e protagonizou “Dirt”, uma série do FX que retrata a vida numa revista cor-de-rosa. A série foi cancelada após duas temporadas, mas CeCe já foi garantida em três episódios da última temporada de “Scrubs – Médicos e Estagiários” (se Ausiello diz, é porque é verdade!).

Lisa Kudrow foi mais cedo para a HBO, em 2005, com “The Comeback”, uma série que imita um reality show acerca de uma actriz cujo sucesso já foi maior. Apenas tem 13 episódios, mas estes são do mais hilariante que eu já vi.

Matt LeBlanc continuou com “Joey” durante mais dois anos, com o seu personagem a ir viver para Los Angeles, na perseguição de melhores papéis. A série foi cancelada após as duas temporadas. Mat

Matthew Perry voltou à NBC para “Studio 60 on The Sunset Strip”, em 2006, mas a série foi cancelada graças às más audiências.

David Schwimmer decidiu aventurar-se no mundo da realização. Após uma participação no filme “Madagáscar” (que se irá repetir em “Madagáscar: Escape 2 Africa”), ele esteve sublime em “Duane Hopwood” e “Big Nothing” (filmes inéditos em Portugal) e realizou pela primeira vez um filme, “Run Fatboy Run” (que em Portugal tem o nome maricas de “A Maratona do Amor”), protagonizado por Simon Pegg (com quem ele tinha contracenado em “Big Nothing”), Thandie Newton e Hank Azaria.

Agora, em 2008, “Friends” termina o seu segundo ciclo de transmissões na RTP2, com audiências melhores do que da primeira vez. Lá foram outra vez cortados os episódios de uma hora (o final, por exemplo, é um episódio inteiro de 44 minutos, que foi cortado em dois), mas agora, no fim, isso é o que menos importa. O que mais importa é o que recordamos de Rachel, Monica, Phoebe, Joey, Chandler e Ross, após 236 de emoções fortes, onde sempre os vimos (coisa rara numa sitcom com 10 anos) e sempre os adorámos como adoramos os nossos amigos verdadeiros. Por isso lanço-vos o desafio: O que recordam de “Friends”? Qual o vosso momento preferido da série? Eu deixo-vos aqui o meu. É um conjunto de excertos do 12º episódio da 4ª temporada, “The One with the Embryos”, em que os rapazes e as raparigas lutam. Elas, pelo direito a dormir, eles, pelo pato e pelo galo.

E vocês? Enquanto pensam, ouçam de novo a música que serviu de banda sonora à despedida do apartamento…

Vodpod videos no longer available.

Adeus, amigos. Volto a ver-vos daqui a uns dias, no DVD.

18 respostas a Adeus, “Amigos”.

  1. miriam diz:

    oh…obrigada pelo post….exprime tudo o que eu sinto em relação a esta serie!!!!( e em relação ao episodio de E.R. que mencionou…esse episodio também me fez chorar…e ainda hoje aquela musica faz me lembrar a morte do Mark greene….num dos episodios mais marcantes de serviço de urgência)

    Para mim são tantos os momentos que mais me marcaram em friends que é muito dificil de escolher….mas a cena que escolheu também é uma das minhas preferidas….o miss chanandler bong nunca mais me saiu da cabeça….tal como muitas outras expressões de friends….o “it’s a muu point” ou o “how you doing” do joey =)…mas a cena em que a Emma rouba o Hugsy do Joey( o pinguim com que ele dormia)…ou a cena em que o Ross e Rachel cantam rap para a filha….ou em que a Rachel conta ao Ross que está gravida…são algumas das que mais me marcaram…fora todas as cenas com o Chandler…que me fazia sempre rir ( o episodio em que ele foi para o Yemem para fugir da Janice…ou as piadas que fazia sempre que se sentia socialmente desconfortavel =))….Ah e para nao esquecer as canções e a história da vida da phoebe

    oh tanta coisa…que simplesmente me faz adorar esta serie! Muito obrigada por estes posts….foi a despedida perfeita de Friends

  2. Nathalie diz:

    Este post está fantástico parabens… Até me arrepiei lol…
    Friends é a minha série favorita e adooooro todos os episodios e há tantos marcantes… Mas há sem duvidas dois episodios que eu amo mais do que tudo… O que também mencionou “The One with the Embryos”, acho que nunca me ri tanto de toda a minha vida! e o “The One With The Rumor” com o Brad Pitt que achei também fantasticamente hilariente…
    Não vi as repetições na RTP2, tenho a caixa de DVDs e até recentemente estive a rever todos os episodios (acabei há cerca de um mês) e penso voltar a vê-los vezes sem conta…
    Rachel, Monica, Phoebe, Chandler, Joey e Ross quase que fazem parte sa família…

  3. Bruno diz:

    Como é que é possivel um fa nao chorar?! Parece que nos falta alguma coisa sem duvida….
    Agora lembrei-me do pisódio em que o Chandler e a Phoebe se seduzem um ao outro no tempo em que o chandler e a monica escondem a relação.

    AMO FRIENDS!

  4. Bruno diz:

    “OH MY GOD!” by Janice

  5. Buffy_fan diz:

    Daki a meio ano ta outra vez a rodar na rtp2 LOL

  6. Pedro Jesus diz:

    Grande post!
    Eu espero que a RTP2 volte a dar Friends daqui a uns 2 anos

  7. Filipa diz:

    É a primeira vez q comento, e nadaa mais perfeito do que ser num post de despedida aos nossos FRIENDS…sem duvida a melhor serie…que digam o que quiserem mas é.
    Tento agora relembrar em 236 episódios aquelas cenas mais hilariantes, emocionantes, divertidas…dificil é mencionar uma apenas…
    ADORO o “how you doing” do Joey, ADORO a cena em que o joey é o unico que sabe do romance da Monica e do Chandler, e a volta deles desenrola-se uma grande confusao, ADORO o “oh my dog” da janice e aquele riso?!?! do melhor…ADORO a cena daquele jogo que eles fizeram num dia de acçao de graças.. ADORO o carater competitivo da Monica que faz dela uma personagem com ainda mais graça…
    E por fim ADORO uma das ultimas cenas da serie quando dels deixam as chaves em cima do balcão e reparam que todos tinham uma chave…

    sinceramente era capaz de ver tudo de novo como se fosse a primeira e rir me das piadas como se nunca as tivesse visto…ADORO ESTA SERIE

    parabens pelo post, sem duvida, muito bem composto…

  8. Filipa diz:

    ah ja agora, no post referiu que tinha o trivia dos friends, esse jogo está a venda em portugal?! poderia me dizer? adorova comprar

  9. MissW diz:

    eu chorei!

    adoro a série simplesmente!

    gostava de todos os personagens… mas sem dúvida a phoebe e o joey com as suas “estupidezes” e “burrices” eram do melhor…

    gostava de comprar as séries todas para um dia quando já for velhinha voltar a ver =D

    obrigada pelo post, tá muito bom! =)

  10. Joana diz:

    Ah tantas cenas…tantos momentos que marcaram para sempre os fãs desta serie…quem é que nao chora no último episodio de friends? as pessoas que adoram a serie…e que acompanharam estes 6 amigos ao longo de 10 anos da sua vida sentem que estão a perder verdadeiramente 6 incriveis amigos…e niguém fica indiferente a isso

    Os episódios que eu mais gostei foi aquele em que todos jogaram rugby…os episodios em que Friends regressavam ao passado (a monica gorda era de mais)…o episodio em que jogavam bambozzel…o episodio do dia da acção de graças em que os pais da monica e do ross foram jantar a casa da monica e não podiam saber que ela morava com o chandler 8 e em que a rachel pos carne estufada no doce) o episodio em que o Brad Pitt participou. o episodio em que o Joey fala francês…o episódio do UNAGI. Foram tantos =)

    Obrigada pelo post…

  11. ana diz:

    tudo o que sai da boca da phoebe e genial… os melhores episodios sao, quanto a mim, aqueles em que os 6 estao reunidos do inicio ate ao fim do episodio.. aquele episodio em que o o ross tinha que ir a jantar (ou festa..) relacionado com o seu trabalho mas rachel nao se decidia quanto ao vestido k ia levar, monica estava paranoica a tenatr ligar para o richard (que ja nem era seu namorado), chandler e joey nao se iam arrajar porque estavam pegados um com o outro pelo sofa, so a phoebe estava arranjada mas ainda assim tinha o vestido manchado.. e no meio disto o ross que ja estava atrasado (pois o jantar ia começar dentro de 23 min.. o tempo de duraçao do episodio..) todo stressado.. (todo o episodio teve apenas a sala do apartamento da monica como plano de filmagem), o episodia em que phoebe e chandler se tentam seduzir como ja foi referido num comentario… tb acho que as primeiras temporadas foram as melhores.. as ultimas ja foram muito comerciais com a rachel a ter um destaque exessivo.. destaque para joey e chandler que faziam o melhor par de amigos da televisão.. e sim, e claro k chorei e choro sempre que vejo o final dos friends..

  12. Obrigado a todos pelos comentários!

    E considerem Chandler e Joey como um casal.

    Alguns já referiram, mas esta série tem aqueles que são os melhores episódios de Acção de Graças de sempre em qualquer programa!

  13. L_R diz:

    Adoro tanto esta série que quando vi este “Adeus” não consegui resistir a comentar!
    Acho fantástico o desempenho dos actores nesta serie. Para mim o melhor episódio foi aquele dos quadros da Phoebe.
    Não sei como vai ser a televisão sem os Friends que a dada altura já eram também nossos amigos!
    Tenho muita pena por esta série ter acbado e vou ter saudade da dupla espectacular que eram o Joey e o Chandler

  14. C_Sousa diz:

    É difícil escolher um entre 236 episódios, são todos fabulosos. Mas tenho que concordar com a Ana, os episódios onde estavam apenas os seis eram fantásticos, além do que ela referiu “The one Where no one’s ready”, o “The One With Monica’s thunder” também é fenomenal, é nesse que todos decidem festejar o noivado da Monica e do Chandler, mas as coisas não correm lá muito bem…
    Apesar de amar todas as personagens o Chandler era o meu preferido, adorava a forma como ele reagia às situações socialmente desconfortáveis e adorava a cara dele quando encontrava a Janice. OMG!!!
    Espero que daqui a uns anos a RTP 2 volte a repetir pois apesar de ter todas as temporadas é sempre bom ligar a tv às 20h 30m para voltar a ver mais um par de aventuras dos 6 amigos!

    Obrigada pelo post!!!

  15. É verdade Manuel, Friends tem um fascínio sobre as pessoas que não se explica… sente-se e fica entranhado para o resto da vida. Eu acho que tal acontece, muito graças à coesão daquele grupo de actores, que souberam ser amigos também na vida real. O facto de acordarem de forma unânime em receber o mesmo vencimento é já um óptimo ponto de partida, não achas?
    Fizeram dez bem sucedidas temporadas, saíram em grande, com um país praticamente parado para assistor ao último episódio. Fazer um filme passados estes anos podia deitar por terra todo o fascínio alcançado. Faz-me lembrar uma máxima em que acredito e que já comprovei pessoalmente: “Nunca voltes ao lugar onde já foste feliz!”.
    Devemos ficar com as recordações dos inúmeros momentos mágicos, cómicos, desconcertantes, inusitados, emotivos, genuínos dos seis amigos que se mantiveram juntos, apesar de viverem numa cidade de gente solitária. Para além dos momentos engraçados já enumerados, aos quais posso acrescentar o “The One Where Rosita Dies”, acho interessante também referir os símbolos e as características que Friends deixaram: o sofá do Central Perk onde todos se juntavam, as cadeiras do Joey e do Chandler, os discursos científicos de Ross, a mania das limpezas da Mónica, o lado imprevisível de Phoebe, a fixação de Gunther por Rachel😀, ou o nariz desta e tantas mais…
    Bem, gostei muito do teu post, pois está carregadinho de emoção e isso é bonito…
    Obrigada!
    Beijinhos!🙂

  16. Mauricio Mendes diz:

    Simplesmente Fantastico!!!!!

  17. ana filipa diz:

    oi.. adoro os friends.. principalmente os flachxback.. é imposivel ñ rir.. é fantastico como a série ta sempre actualizada e consegue ser serie e no entanto ser altamente comica..
    já vi tds os epiosodios na rtp 2.. e tnho até a serie 6 ñ consigo axar a 7 e 8 aki na minha zona.. por ixo se souberx 1 site k venda agradecia.. =)
    e o trivia!? onde arranjas te?
    bigada e o teu post ta xpetacular.. diz tdo..

  18. Mayara Cordeiro diz:

    Hi .. I love Friends, I love all the games, and it is impossible not laugh.
    I love Joey, despite being beautiful, the Joey (Matt LeBlanc), is very tasty and very playful.
    Every day brings the school, at lunch and will attend Friends.I showered, and ran witnessing Friends.No I miss a chapter, because much love Friends.
    Friends is Nice!
    I lived in Massachusetts, but I moved to Brazil turns 1 month.Not know speak very well the Portuguese but soon I will adapt.
    Lucky that my passport in Brazil Friends
    Bye.
    Thank you
    Kisses
    Mayara

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: