The O.C.- The Swells (Review)

Episódio: The Swells- Ondas da Mudança

Número: 6

Temporada:

Canal: RTP1

Data de exibição nos EUA: 10 de Novembro de 2005

Data de exibição em Portugal: 26 de Agosto de 2006

Um episódio mais virado para o drama, com desenvolvimentos inesperados, novas personagens e novas alianças. Marissa sente um grande vazio entre ela e Ryan, Seth conhece uma Taylor como nunca ninguém conheceu, Julie conhece a verdadeira Charlotte e Sandy dá um passo importante na sua vida.

Depois de um comentário gigante no episódio anterior, eu prometo que, desta vez, vou tentar conter-me.

Nos últimos episódios:

  • Kirsten decide vender o Newport Group, as empresas do seu falecido pai
  • Charlotte compra uma casa para Julie
  • Taylor confessa a Summer que não tem amigos
  • Ryan e Johnny aproximam-se um do outro

Depois de Kirsten ter dito a Sandy que queria vender o Newport Group, e depois de este passar o Verão à frente das empresas, aparecem finalmente compradores: Kurt Williams e Matt Ramsey (Jeff Hephner, que inicia as suas participações regulares na série). O ex-promotor público comunica-lhes que só fechará negócio se estes não destruirem uma propriedade na cidade, ao que estes concordam. Mas, mais tarde, Sandy chama Matt para uma conversa e o jovem empresário confirma que o sócio fará tudo para obter lucro. É então que este faz uma proposta a Sandy: ficar com a empresa para que os dois juntos a possam dirigir, durante, pelo menos, 6 meses. Depois de receber a benção de Kirsten, Sandy e Matt fazem brindes para o futuro. Sinceramente, até hoje não percebi porque é que o Sandy aceitou ficar na empresa. Como a Kirsten disse, estes negócios sempre representaram tudo o que o Sandy levou a sua vida inteira a lutar contra, sempre criticou Caleb pelos seus negócios obscuros e tentou fazer, várias vezes, com que Kirsten se despedisse. Foi uma atitude bastante inesperada do Sandy, que terá graves consequências no futuro.

Depois de já instalada, Julie fica entusiasmada com a ideia de Charlotte para organizar uma festa de beneficiência, para ver se consegue voltar à alta sociedade. Para isso, as duas vão pedir a ajuda de Kirsten para organizar a festa. Mas a verdadeira intriga destas personagens, neste episódio, surge depois. Julie acaba por encontrar vários cartões de crédito com a fotografia de Charlotte, mas com nomes diferentes. Julie confronta a falsa álcoolica com tudo isto, e esta, depois de enrolar, faz uma proposta a Julie, que esta não pode recusar: dividirem a meias o lucro da festa de beneficiência. No início da temporada, Charlotte era uma personagem que prometia muita coisa à série, mas em meia dúzia de episódios, os escritores deixaram a personagem morrer. Esta história não tem muito sentido e interesse e só vai servir para mostrar a nova Julie Cooper-Nichol, que, como está falida, acabou aceitando a proposta da vigarista.

A principal história do episódio gira, como não podia deixar de ser, à volta de Marissa. A jovem tem tido pesadelos com Trey e com tudo o que aconteceu e, ao tentar falar com Ryan sobre o assunto, o rapaz de Chino mostra que ainda não sabe lidar com os problemas da namorada. Aliás, este sempre foi o calcanhar de Aquiles de Atwood e a história principal da série, no seu início: a sua dificuldade em se comunicar com o resto do mundo.

Sentindo-se incompreendida, Marissa vai desabafar com Johnny que acaba por lhe contar algo que nunca contou a ninguém: o seu pai era álcoolico e batia na sua mãe e, num dia, ao chegar a casa, o surfista vê o pai a espancar a mãe e, com um taco, faz o mesmo com o progenitor, mas sem se aperceber de tal. Isto só vai aproximar Marissa de Johnny ainda mais, para desespero de Casey, que vai ficar ainda mais ciumenta com as provocações de Volchok (Cam Gigandet, uma das personagens chave desta temporada), e de Summer, que tem medo que a amiga e Ryan terminem a relação. Esta aproximação de Marissa e Johnny, a princípio vai ser positiva para a série, mas vai começar a ter, lá mais para a frente, tanto interesse como Charlotte

Ryan, por seu lado, regressa finalmente à escola mas não tem descanço. Taylor organiza um encontro obrigatório para todos os alunos do 12º ano no sábado à noite, o que afasta ainda mais Marissa dos amigos. No sábado, Summer, com medo de perder a amiga, vai com ela ver um campeonato de surf de Johnny, Chilly e Casey. É neste momento que somos apresentados a Volchok, um surfista que não gosta de Johnny por este lhe ter roubado o patrocinador. Depois da prova, vão todos para casa de Chilly para uma festa e preocupada com a aproximação de Johnny e Marissa, Summer chama Ryan, fazendo com que este falte à reunião de Taylor. Entretanto, Casey e Johnny passam algum tempo juntos na festa (apesar de não ser amistoso, devido aos ciúmes da rapariga) e, quando se pensa que está tudo bem entre Ryan e Marissa, os dois acabam por discutir por causa de Johnny, pois a rapariga conta ao namorado que o amigo percebe como ela se está a sentir em relação a Trey. Summer arranja maneira de Ryan ir pedir desculpas a Marissa e, ao seguirem-na até ao quarto de Chilly com Johnny, os quatro jovens são bombardeados com uma visão chocante: Casey está na cama com Volchok.

Irritado, Johnny vai atrás de Volchok para se vingar e, no momento em que o bad boy e o seu gang iam espancar o surfista, Ryan aparece e salva a situação, acabando por dar um murro a Volchok. Isto só prova, mais uma vez, o carácter de super-herói de Ryan, sempre disposto a ajudar tudo e todos, mesmo que para isso se prejudique a si próprio. A partir daqui, irá começar um confronto intenso entre Ryan e Volchok, que irá garantir grandes momentos à série durante a temporada, um dos quais já no próximo episódio.

No final do episódio, Marissa começa finalmente a compreender os novos problemas da sua vida: o seu namorado e o rapaz que está apaixonado por ela (a filha de Jimmy e Julie começa a perceber os verdadeiros sentimentos de Johnny por si) começam a tornar-se bons amigos, e essa amizade poderá ser bastante problemática. Aliás, esta história irá tomar conta da série por uns bons episódios, e ainda irá garantir grandes momentos.

Antes de se deparar com esta dúvida, Marissa vai levar Summer até à reunião de Taylor, mas a namorada de Seth fica irritada com a organizadora de eventos do Colégio Harbor quando esta a deixa de fora do evento. O que Summer não sabe, é o que aconteceu e está a acontecer lá dentro…

Seth ouviu uma conversa entre Taylor e a sua mãe e dá-se conta do quão solitária é a colega, já que este encontro foi uma maneira encontrada por ela para tentar arranjar amigos, para além de sofrer uma grande pressão da mãe para ser popular. Depois de Taylor ser gozada por todos aqueles que se encontram no ginásio da escola, Seth acaba por ajudá-la, inventando um jogo que mantém todos entretidos. É aqui que Taylor começa a olhar para Seth com outros olhos e tenta conhecê-lo melhor (uma pessoa solitária como ela antes da chegada de Ryan a Orange County), deixando Summer de fora da reunião.

Taylor é uma das personagens mais interessantes de toda a série, garantindo sempre grandes momentos, e arrasando em todas as cenas em que entra. Não dá para duvidar do tremendo talento que Autumn Reeser tem. Este triângulo Summer-Seth-Taylor é bastante interessante, mas depressa os autores perceberam qual seria a melhor forma de tirar partido da permanência de Taylor na série…

Como disse, foi um episódio mais virado para o drama, com reviravoltas inesperadas na história, e que terão desenvolvimentos nos próximos episódios, especialmente no próximo, considerado por muitos como o melhor da temporada: The Anger Manegement. Quanto a este The Swells, não há muito mais a dizer, apenas que Rachel Bilson segurou o episódio (mais uma vez) e o quão interessante é a relação de amizade entre Summer e Chilly, bem como a química de Rachel com Johnny Lewis, ou não tivesse Summer uma queda por geeks

Anúncios

4 Responses to The O.C.- The Swells (Review)

  1. OC finalmente está com o comboio na linha e em andamento. Todas as personagens novas que estão relacionadas com Marissa, Ryan, Seth e Summer: Taylor, Johnny, Volchok… são importantes para a historia principal e não são uniformes, sendo cada uma diferente da outra, ao contrario de muitas series em que, mesmo quando entram as personagens são sempre muito parecidas ás outras, sem traços distintivos. Espero que estes os tres não percam os deles, porque os dois primeiros são sem duvida, das personagens recorrentes mais interessantes que passaram pelas praias de Orange County.

  2. oc diz:

    alguem me sabe dizer quando sai a 3 serie para venda ??

  3. barbara diz:

    …eu amo the o.c. d paixãoooo…e sinto muita falta da época em que a serie começou logo nos primeiros episódios e axei a 1ºtemporada a melhor(sem contar o oliver)logo depois tudo mudou mais a serie continuou dramatica,engraçada e original….meu personagem favorito é o seth e ja acompanho a carreira de adam algum tempo e fiquei muito triste quando ele e rachel terminaram…mais cmo tudo tem um fim é melhor aceitar o final da serie e comprar os dvds para garantir q o.c. nunca seja esquecido….

  4. filipa e patricia dizem diz:

    Nós achamos esta série muito divertida não perdemos um episódio!!!
    Estamos á espera e anciosas para saber quem é que vai morrer no fim da 3ª temporada!!!???

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: